Grande Talvez!
Textos

Grande Talvez!

Oi pessoal, tudo bem com vocês? Comigo está tudo ótimo!

Quem já leu “Quem é você, Alasca?” certeza que lembrou do livro! E sim: hoje vou escrever uma reflexão sobre isso!

Para quem não sabe do que eu estou falando, relaxa! Pode ficar aqui, vou explicar tudo!

Miles Halter, um dos personagens do livro, vive uma vida sem graça, aquela vida “meio-termo”. Então decide ir para uma nova escola, à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o ‘Grande Talvez’.

O que significa então? O “Grande talvez” é além do que nós somos, além da realidade, além da rotina. É aquilo que não podemos enxergar: é preciso sonhar e ir atrás.

Eu vejo a vida como um “talvez” também. Não sabemos o que terá amanhã, o que vai acontecer, qual será nosso futuro. Eu crio uma certeza em mim de que tudo dará certo. Não sei vocês, mas creio muito em destino. Mesmo assim, a vida continua sendo um talvez. Porém, alerta: isso não é motivo para não buscar constante transformação ou não ir atrás dos seus sonhos.

A incerteza tem que nos motivar. Aquele frio na barriga tem que te impulsionar para frente.

Olha que curioso: sua vida pode dar uma reviravolta daqui 5 minutos. Ou daqui dois minutos. Ou daqui 25 segundos. A vida é demais.

Imagino que muitas pessoas podem ver a mudança como algo negativo. Pois não é! Esse “Grande Talvez” precisa se tornar realidade e para isso, tem que haver mudança!

Eu sempre digo para mim mesma: é preciso buscar mais. É preciso se preencher mais, sentir mais. A constante evolução! Melhorar, correr atrás, cair e levantar.

Pensem comigo: por que ser tão pouco, ou mais ou menos, se você pode ser mais e mais? Não tem lógica escolher o caminho mais fácil: as “coisas” que estão nele não são tão boas. Sempre escolha o caminho difícil, é lá que vai existir as melhores surpresas.

Eu acho tão incrível encontrar amor ao redor, nas pequenas coisas. E eu quero mais! Não se pode contentar com pouco: 8 ou 80.

Eu estou em busca do meu “Grande Talvez”. Estou em busca de algo maior. Estou em busca de aventura e sensações boas. Estou em busca de realizar tudo que eu sonho ao deitar a cabeça no travesseiro.

Quem disse que não podemos sonhar alto? Quem disse que devemos permanecer no chão? Hum, também não sei, então não importa! É isso que grita dentro de você que precisa passar de “talvez” para certeza! Por isso gosto de pássaros: não ficam por muito tempo no chão! Vamos nos inspirar neles: nunca estão parados.

Queria só deixar essa mensagem para vocês hoje: dentro de cada um, existe esse “Grande Talvez”, sinta! Você vai saber o que fazer. Isso vai se tornar realidade. Vai em frente, explore!

IMG_20160315_162517[1]

(Observação: essa foto de “capa” do post fui eu mesma que tirei e amo tanto. Quis colocá-la para representar o horizonte, aquilo que está além dos nossos olhos. Eu viajo muito quando estou na estrada, gosto de refletir sobre tudo).

Beijo, beijo, beijo!

 

 

facebookfacebook

sobre a autora

Apaixonada por tudo que faz meu coração vibrar: moda, dança, livros, viagens, arte, música, céu, mar, sol e lua! Sou uma pessoa de muita fé e de alto astral! Estudante de moda, eu quero mostrar o lado “moda como expressão da sociedade”, pois acredito que ela não é só consumismo e regras ditas, mas sim, um meio de se libertar e ser quem você é!