Dica: 2 filmes e 2 livros!
Fica a dica

Dica: 2 filmes e 2 livros!

Oi, oi povo! Tudo bem? Como está sendo a semana de vocês?

Fim de semana está quase chegando e eu decidi compartilhar com vocês dois filmes muito muito bons da Netflix e dois livros de moda que eu amo! Se você tiver um tempinho de sobra, assiste os filmes agora! E quem é apaixonado por moda, como eu, vai pirar nos livros! Porque dica boa é dica compartilhada – vamos lá?

Filmes:

  • Felicidade Por Um Fio:

Esse filme, na minha opinião, é sensacional! Cheguei a me emocionar – é um filme sobre autoconhecimento, amor próprio e empoderamento! Vou deixar o trailer para vocês assistirem – não há jeito melhor de convencer vocês a verem esse filme incrível! Ps: quase 100% do elenco é formado por atores negros, o que eu acho demais (e necessário)!

  • Tal Pai, Tal Filha:

Essa comédia é demais! Não é aquele tipo de filme que tem muitas situações bobas para fazer rir – é uma comédia divertida, a qual mostra uma filha, Rachel, “viciada” em trabalho e que foi largada no altar, e o pai dela, o qual ela não via desde os 5 anos, aparece no casamento desastroso dela. E eles vão para um cruzeiro juntos – que deveria ser a lua de mel da Rachel. Dá uma olhada no trailer!

Livros:

  • A Roupa e a Moda: Uma História Concisa (James Laver):
Foto retirada do Google!
Foto retirada do Google!

Semanas atrás eu tive prova de história da moda na faculdade – e o livro do James Laver foi o livro que eu usei para estudar! Inclusive, peguei ele novamente para continuar lendo! Eu amo história, ainda mais da moda – e “A Roupa e a Moda” conta a evolução do vestuário, desde a Pré-História, até a década de 80!

Tem imagens incríveis (e isso foi uma das coisas que me fez ficar apaixonada, são 322 ilustrações ), a maneira que James escreve é super leve e simples! Não conta apenas das roupas de cada época, mas fala sobre costumes, crenças e padrões, cabelos, acessórios, sapatos, joias – é simplesmente maravilhoso! Para quem gosta de moda, vale super a pena comprar, mesmo sendo um pouquinho caro – mas vale procurar nas bibliotecas públicas e onlines também, viu!

  • A Moda Imita A Vida: Como Construir uma Marca de Moda (André Carvalhal):
Foto: @LaurendaRocha
Foto: @LaurendaRocha

Eu virei fã do André assim que eu li “A Moda Imita a Vida”! Se você quer abrir uma marca (independente se você faz moda ou quer ser empreendedor (a)), você precisa ler esse livro!

É um livro super gostoso de ler (e rápido, você devora em dias), que dá uma base muito boa e completa para quem quer construir uma marca (ou melhorar uma já existente). Isabela Capeto, FARM, OSKLEN, Nike, adidas, Ronaldo Fraga – são só alguns dos que são citados durante o livro, para falar de posicionamento, construção de identidade e da imagem de uma marca!

É tão abrangente que nem tem como eu falar sobre o livro inteiro – os capítulos são divididos em 3 partes: “Parte 1: Quem somos?” (trata a marca como se fosse uma pessoa, com valores, características próprias, essência), “Parte 2: Onde Estamos?” (nessa, fala sobre a imagem e posicionamento) e “Parte 3: Para Onde Vamos?” (toda a parte de colocar a mão na massa, contar histórias, fala sobre comunicação, campanhas, desfiles, ponto de venda, etc)!

Esse livro se tornou um dos meus preferidos da vida – e me fez ficar ainda mais empolgada para desenvolver minha própria marca! Eu simplesmente amei!

Gostaram? Alguém já tinha visto um desses filmes e livros? Quem aí tem dicas para compartilhar também? Escreve aqui para mim – ou no meu Instagram! Inclusive, eu sempre coloco dicas de livros, filmes e séries no meu stories, então não deixa de me seguir por lá!

Assistam, leiam e depois comentem o que acharam! Tenham uma semana linda – e já já eu estou de volta!

Beijos, beijos!

facebookfacebook

sobre a autora

Apaixonada por tudo que faz meu coração vibrar: moda, dança, livros, viagens, arte, música, céu, mar, sol e lua! Sou uma pessoa de muita fé e de alto astral! Estudante de moda, eu quero mostrar o lado “moda como expressão da sociedade”, pois acredito que ela não é só consumismo e regras ditas, mas sim, um meio de se libertar e ser quem você é!